refresh

ask

theme©
theme: cerejadosundae; details: +.
Don't copy.
/ Next

tumblr de photos

Café esfria, sentimentos também.

"Hoje eu acordei numa casa diferente, num quarto diferente, sem nenhuma muleta, sem nenhuma maquiagem, meus amigos estão ocupados, meus pais não podem sofrer por mim. Hoje eu acordei sem nada no estômago, sem nada no coração, sem ter para onde correr, sem colo, sem peito, sem ter onde encostar, sem ter quem culpar. Hoje eu acordei sem ter quem amar, mas aí eu olhei no espelho e vi, pela primeira vez na vida, a única pessoa que pode realmente me fazer feliz" Tati Bernardi


Nada, absolutamente nada é impossível para quem está cheio de vontade.

Mateus Sousa  (via involuntus)

(via involuntus)

20/03/2014 às 10:24pm · 1.813 notas · reblogue

E obrigado, sério mesmo. Por ter me ensinado a acreditar mais na vida. Por me mostrar que nem sempre as coisas serão como esperamos que sejam, e que nem por isso não significa que deram errado. E obrigado, principalmente por abrir meus olhos e me mostrar o que realmente importa pra minha felicidade. Você… Nós.

Rennan Alves.  (via involuntus)

(via involuntus)

20/03/2014 às 10:24pm · 733 notas · reblogue

Sou exagerada sinto tudo de uma vez só.
Se é amor é amor, compulsivamente amor.
Se é raiva, ódio ou dor, explosiva feito vulcão em erupção.
Ou estou cheia ou absolutamente vazia.

— Grazy Paiva.  (via involuntus)

(Fonte: surtifiquei, via involuntus)

20/03/2014 às 10:23pm · 610 notas · reblogue

Cansado de correr na direção contrária.

Cazuza
(via involuntus)

(via involuntus)

20/03/2014 às 10:23pm · 21.472 notas · reblogue

Os dois sentem.
Os dois escondem.
E os dois sofrem.

Máh Soares.   (via involuntus)

(Fonte: nobroke, via involuntus)

20/03/2014 às 10:23pm · 19.508 notas · reblogue

Moça você tem alma colorida, pintou as suas dores com tintas e plantou flores em suas feridas.

— Goreth Maia  (via involuntus)

(Fonte: vireipoesia, via involuntus)

20/03/2014 às 10:23pm · 2.792 notas · reblogue

- Você não é o amor da minha vida, é o amor de todas as minhas vidas.

Thiara Macedo (sdpm)

(via involuntus)

20/03/2014 às 10:22pm · 4.483 notas · reblogue


20/03/2014 às 10:22pm · 58.123 notas · reblogue

Eu não sou seu amor. Nem nunca vou ser. Larga meu braço.

Gabito Nunes.     (via involuntus)

(Fonte: ga-bi-to, via involuntus)

20/03/2014 às 10:22pm · 8.166 notas · reblogue

Eu queria te ligar e combinar um cinema, um bate-papo na praça, beber um café ou voar de asa-delta. Coisas triviais que as pessoas fazem, mas para nós não é bem assim. Ou, não sei, talvez só para mim. Ainda não me recuperei da crise de afasia que tive ao te chamar pra sair. Eu queria dizer “O que você acha de a gente sair um dia, eu e você?” e acabou saindo “O que você acha de a gente se juntar aos revolucionários pela libertação do Tibet e, depois de tirar um tiranossauro da cartola, construir uma nova rodoviária?” Essas primeiras vezes das coisas me estressam, por isso adiei por meses.

Gabito Nunes. (via involuntus)

(via involuntus)

20/03/2014 às 10:22pm · 7.244 notas · reblogue